Arquivo

Textos com Etiquetas ‘apple’

Consertando o botão home do iPhone, fácil fácil

9, maio, 2013 Sem comentários

Um dos principais sinais – se não o maior – de idade de um iPhone é a falha no Home button, também conhecido como botão Início, como proprietário de iPhone, eu não poderia fugir à regra das dores de cabeças com o bendito problema no botão.

Tenho dois iPhones, um 3G e um 4, no primeiro o problema ficou tão grave que praticamente parou de funcionar, tive que fazer jailbreak e instalar um app para que ao balançar o aparelho fosse simulado o apertar do botão Home, já o iPhone 4 não estava tão grave, mas com uma pressionada mais leve o botão não respondia ao comando.

Depois de muito pesquisar, achei uma dica de ouro de como recuperar o botão Home, o processo é muito fácil (se fosse um pouco mais fácil se chamava piriguete :P), então segue o passo a passo de como dar vida nova a seu iDevice velho de guerra.

Vale ressaltar antes de tudo que esse método não é 100% garantido, apesar de ter dado certo e não apresentar nenhum problema nos meus aparelhos, cada caso é um caso, então se for tentar vá por conta e risco, pois NÃO me responsabilizo por eventuais problemas:

  • Desligue seu aparelho antes de tudo, mas desligue mesmo, NÃO deixe em stand by
  • Coloque um pouco de álcool em um copo ou na tampa do frasco
  • Molhe seu dedo no álcool
  • Coloque um pingo, APENAS um pingo sobre o botão Home
  • Aperte o botão cerca de 20 vezes
  • Seque o álcool que restou sobre o botão com papel higiênico
  • Aperte o botão mais umas 10 vezes
  • Seque o álcool que possa ter restado
  • Espere alguns minutos e ligue o iPhone

Se tudo ocorreu bem, o botão do seu iPhone deve ter ficado como novo ou ao menos mais sensível, caso contrário recomendo que você tente o passo a passo novamente, mas colocando DOIS pingos sobre o botão, pois o botão do meu iPhone 4 só melhorou desse modo.

Caso não tenha tido progresso, infelizmente deve ser um problema mais grave e provavelmente exija manutenção.

Categories: hardware Tags:

Como conheci Steve

6, outubro, 2011 3 comentários

A primeira vez que ouvi falar em Macintosh foi no final dos anos 90, naquele filme bacaninha “Cheque em Branco“, onde o guri se apropria do nome do computador da Apple para se passar por um magnata e curtir a vida adoidado, antes disso nem imaginaria do que se tratava esse tal Mac, afinal naquela época computadores eram inacessíveis – ainda mais os da Apple – para a classe média da região onde moro.

Passam se os anos e a febre dos celulares invade o Brasil, lembro de vários colegas comprando seus primeiros telefones móveis e delirando com tela monocromática e teclado numérico, pessoalmente não achava graça e nem tinha necessidade de possuir um, mais alguns anos se passam e eu era uma das poucas pessoas que não possuía um celular, continuava achando complicado, sem recursos e desnecessário, até cheguei a postar algo sobre.

Lá pelos idos de 2007 crescia o zunzunzum (rumor é muito 2011 :P) que um tal de Steve Jobs, que dominava o mercado de música digital com seu iPod, estava prestes a anunciar um smartphone, pouco me interessei pelo fato, logo imaginando que seguiria a tendência complicada do mercado de “celulares espertos”, ingenuidade minha.

A Apple apresentava o tão falado iPhone, eu que odiava (essa palavra expressa bem o sentimento) celulares comecei a notar algo diferente, quanto mais informações eu recebia sobre o bendito smartphone, mais eu notava que aquele brinquedo mudava tudo, o desejo de comprar aumentava, um ano depois chegava minha encomenda, um iPhone “2G”, foi paixão a primeira vista, ou melhor, no primeiro toque.

De lá pra cá comprei um iPhone 3G, um iPad (onde estou digitando esse texto) e mais recentemente o iPhone 4, nunca tive um Mac, mas já me diverti com hackintosh, acabei entrando de cabeça no mundo da maçã, hoje muitos amigos me consideram um fanboy da Apple, no fundo eu sei que sou, enfim não há como não admirar uma empresa que busca excelência, perfeição e ousadia, não há como deixar de admirar seu criador e a pessoa em que a Apple foi criada à imagem e semelhança, Steve Jobs.

Até uma outra vida, brother.

20111006-205052.jpg

Categories: pessoal Tags: ,

iOS 4 no iPhone 3G

23, junho, 2010 4 comentários

A primeira coisa que fiz ao chegar do trabalho na última segunda-feira foi atualizar o firmware do meu smartphone para a versão 4, depois de dois dias usando notei algumas diferenças, como maior rapidez nas transições e um ligeiro aumento na duração da bateria.

Para mostrar as principais novas funções do iOS 4 no iPhone 3G fiz um simplório vídeo, só não reparem nos vizinhos/cachorros escandalosos e na qualidade de minha humilde câmera.

 

 

Algumas screenshots do sistema:

 

iPhone OS 3.1iOS 4

Comparação do iPhone OS 3.1 com iOS 4: dock modificado e pasta

 

 

Pasta Corretor ortográfico

Pasta e corretor ortográfico

 

Safari

Safari: busca no histórico direto na barra de endereço

Os apps mais baixados para iPhone/iPod touch

29, janeiro, 2010 Sem comentários

No meio do ano passado a empresa do tio Jobs chegou à marca de 1 bilhão de aplicativos baixados na App Store, teve até prêmios para o bilionésimo baixador, mas quais seriam os apps mais baixados na lojinha da Apple? Abaixo a lista com os respectivos e um breve resumo:

 

Top 10 pagos

Crash Bandicoot Nitro Kart 3D Crash Bandicoot Nitro Kart 3D
Mais um jogo descendente de Mario Kart, dessa vez com o personagem Crash

US$ 2,99

Koi Pond Koi Pond
Simula um tanque de carpas japonês, recomendado para relaxar

US$ 0,99

Enigmo Enigmo
Game de raciocínio, similar ao famoso “The Incredible Machine”

US$ 1,99

Bejeweled 2 Bejeweled 2
Famoso game de quebra-cabeça

US$ 2,99

iBeer iBeer
Transforme seu gadget em um copo de cerveja, ou quase, dos apps inúteis o mais famoso

US$ 0,99

Moto Chaser Moto Chaser
Um jogo de moto que também utiliza o recurso acelerômetro

US$ 1,99

PocketGuitar PocketGuitar
Transforma o iPhone ou iPod touch em uma guitarra de bolso

US$ 0,99

Flick Fishing Flick Fishing
Simulador de pesca, pra quem não adora o esporte mas tem medo d’água

US$ 0,99

Tetris Tetris
Quem nunca jogou Tetris? Dispensa apresentações

US$ 4,99

Texas Hold 'em Texas Hold ‘em
Game de poker, pode ser jogado contra a máquina ou amigos via Wi-Fi

US$ 4,99

 

Top 10 gratuitos

Facebook Facebook
App que estende os recursos do Facebook nos gadgets da Apple
Google Earth Google Earth
Mais um aplicativo que dispensa apresentações
Pandora Radio Pandora Radio
Disponibiliza várias rádios por stream pela rede de dados ou Wi-Fi
Tap Tap Revenge Tap Tap Revenge
Esta para o iPhone/iPod touch, assim como Guitar Hero para os video-games
Shazam Shazam
Reconhece a música que está sendo tocada no ambiente e exibi suas informações
PAC-MAN Lite PAC-MAN Lite
Versão gratuita de um dos games mais famosos do mundo
Backgrounds Backgrounds
Escolha entre várias imagens para colocar como papel de parede de seu gadget
Touch Hockey Touch Hockey
Game de air hockey que pode ser jogado em multiplayer no mesmo aparelho ou via Bluetooth e Wi-Fi
Labyrinth Lite Edition Labyrinth Lite Edition
Clássico jogo de labirinto que utiliza o sensor de movimento
Flashlight Flashlight
Transforma o aparelho em uma lanterna, existem várias cores e efeitos luminosos, como sinal de S.O.S

 

Fonte: iTunes

Categories: softwares Tags: , ,

Comprando na App Store sem cartão

19, dezembro, 2008 2 comentários

O grande dilema de quem possui um iPhone – ou iPod Touch – em terra brasilis é a dificuldade de comprar aplicativos na App Store, há a opção da App Store brasileira, mas essa nem se compara em qualidade e quantidade à americana.

Por essa dificuldade muitos alguns recorrem à gambiarras e instalam aplicativos crackeados, mesmo com a maioria dos aplicativos tendo preços ínfimos, porém o que poucos sabem é que é possível comprar na App Store americana e sem grandes dificuldades mesmo não tendo um cartão de crédito internacional.

Primeiramente basta criar uma conta na iTunes Store colocando um endereço dos Estados Unidos e na opção para os dados do cartão de crédito escolha a opção “none”, qualquer dúvida nesta parte use aquele que tudo sabe ou siga este tutorial em vídeo.

Criada a conta você pode baixar Apps gratuitos, como você não tem cartão de crédito registrado na conta não pode adquirir os pagos, pois bem, ainda existe uma opção, a iTunes Store aceita uma espécie de cartão pré-pago.

Na verdade esses cartões chamam Gift Cards, no qual você compra, coloca o número em sua conta na iTunes Store e o valor é creditado, existem de vários valores, $50, $100, etc.

Esses Gift Cards são facilmente comprados no Mercado Livre, basta escolher um vendedor de confiança, no meu caso nem precisei esperar a chegada do cartão, após a compra o vendedor já passou o código.

Com o código do Gift Card em mãos basta abrir o iTunes, entrar na iTunes Store, na página principal no canto direito haverá os Quick Links, neste menu existe opção Redeem, clique nela e coloque o código que recebeu no campo e confirme, pronto.

Feito o passo acima você já pode adquirir seus aplicativos legalmente, na verdade essa opção não serve apenas para a App Store, mas toda iTunes Store, você pode comprar também músicas, séries, etc.

Na questão legal, a única pendencia é a utilização de um endereço não real, mas aí já é outra história.

Categories: internet Tags: ,